Busca

Menu

Você
Empresa

Micro e Pequenas Empresas

Produtos e Serviços
  1. Cadastramento de PIS/NIS
  2. Cartões de crédito
  3. Certificado Digital
  4. Conectividade Social ICP
  5. Conta Corrente
  6. Contribuição Sindical Urbana
  7. Convênios
  8. Credenciamento Redecard/Cielo
  9. DDA
  10. Folha CAIXA Web
  11. Investimentos
  12. Crédito
  13. Promoções Comerciais
  14. Seguros
  15. Soluções em Pagamentos
  16. Soluções em Recebimentos
  17. Super Conta CAIXA Empresarial
Serviços Sociais
  1. Cadastramento de PIS/NIS
  2. Certificado Digital
  3. Conectividade Social ICP
  4. Contribuição Sindical Urbana
  5. Farmácia Popular
  6. Parcelamento de Débito - Previdência Social
  7. Promoções Comerciais
Destaques
  1. Arranjos Produtivos Locais
  2. CAIXA 2014
  3. Comércio Exterior
  4. Compras CAIXA
  5. Construção Civil
  6. Empreendedor Individual
  7. Empresários Lotéricos
  8. Franquias
  9. Pregão Eletrônico
  10. Turismo

Média e Grandes Empresas

Produtos e Serviços
  1. Benefícios para seus empregados
  2. CAIXA PIS Empresa
  3. Cartões de Crédito
  4. Certificado Digital
  5. Conectividade Social ICP
  6. Conta Corrente
  7. Contribuição Sindical Urbana
  8. Convênios
  9. Credenciamento Redecard/Cielo
  10. Custódia Qualificada CAIXA
  11. DDA
  12. FGCN - Construção Naval
  13. Folha CAIXA Web
  14. Investimentos
  15. Crédito
  16. Promoções Comerciais
  17. Soluções em Pagamentos
  18. Soluções em Recebimentos
Serviços
  1. Cadastramento de PIS/NIS
  2. Certificado Digital
  3. Conectividade Social ICP
  4. Contribuição Sindical Urbana
  5. DDA CAIXA - Internet Banking
  6. Farmácia Popular
  7. Parcelamento de Débito - Previdência Social
  8. Promoções Comerciais
  9. Tabela de Tarifas
Destaques
  1. Arranjos Produtivos Locais
  2. Compras CAIXA
  3. Construção Civil
  4. Empreendedor Individual
  5. Empresários Lotéricos
  6. Franquias
  7. Pregão Eletrônico
  8. Turismo
Governo

Municipal

Produtos e Serviços
  1. Acompanhamento de Obras
  2. Arrecadação
  3. Cadastro Único
  4. Cobrança de Dívida Ativa
  5. Compras CAIXA
  6. Custódia Qualificada CAIXA
  7. Folha de Pagamento
  8. GovConta
  9. Investimentos
  10. Linhas de Crédito
  11. PNAFM
  12. Previdência para Municípios
  13. Repasses - OGU
  14. Sala das Prefeituras
  15. SINAPI
  16. SISTN
Áreas de Atuação
  1. Habitação
  2. Meio Ambiente e Saneamento
  3. Gestão Urbana
  4. Patrimônio Cultural e Histórico
  5. Área Rural
  6. Produtos e Serviços Bancários
  7. Políticas Sociais
  8. Gestão Pública
  9. Repasses do OGU
  10. Combate à Miséria
Programas Sociais
  1. Administração Pública - PMAT
  2. Assistência Técnica
  3. Bolsa Família
  4. Distribuição de Serviços ao Cidadão
  5. Educação, Turismo e Saúde
  6. Fundo a Fundo
  7. Programas de Habitação
Desenvolvimento Urbano
  1. Assistência Técnica a Municípios e Movimentos Sociais
  2. Infra-estrutura Setor Público
  3. Melhores Práticas
  4. Saneamento Ambiental
Judiciário

Investimentos

Tesouro Direto

O Tesouro Direto é um programa criado pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN) em parceria com a Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia (CBLC)

Com ele, você adquire Títulos Públicos Federais por meio do Tesouro Nacional. A compra dos títulos é feita pela Internet, no site do Tesouro, e constitui uma opção de aplicação financeira de perfil de risco Conservador para Pessoas Físicas. A CAIXA atua como Agente de Custódia, efetivando o cadastramento e a habilitação do cliente para a aquisição e venda de títulos

  • Características
  • Tributação
  • Taxas
  • Como Aplicar

O Tesouro Direto é um programa criado pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN) em parceria com a Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia (CBLC), sendo uma importante alternativa de investimento para Pessoas Físicas.

O cadastro no Tesouro Direto poderá ser efetuado por você mesmo através do Internet Banking CAIXA, ou da agência onde possui sua conta corrente. Finalizado seu cadastro na CBLC/Tesouro Direto, você receberá uma senha provisória no e-mail que você informou durante o cadastro e, após alteração desta senha seguindo as instruções do site, você poderá adquirir Títulos Públicos Federais diretamente pela Internet, no site do Tesouro.

Valor Mínimo de Aplicação:

As aplicações no Tesouro Direto deverão ser múltiplas de 0,1 título, ou seja, 10% (dez por cento) do valor de um título, já descontando as taxas de serviços cobradas. Contudo, a compra da fração de um título não poderá ficar abaixo de R$ 30,00. Isto significa que se o preço do título for tal que 10% (dez por cento) do preço seja inferior a R$ 30,00, não será possível realizar a compra.

Valor Máximo de Aplicação:

O limite máximo de compra por investidor é de R$ 1.000.000,00 (um milhão de reais) por mês. Este limite não deve ser considerado para cada título separadamente, mas sim para a carteira de títulos adquirida pelo investidor durante o mês.

Liquidação da Aplicação

O cliente deve possuir o valor total das compras realizadas no site do Tesouro Direto (valor dos títulos somado às taxas de serviços) disponível na conta corrente da CAIXA até as 16h do dia da liquidação da compra, que ocorre no dia útil seguinte (D+1) ao comando de compra realizado no site do Tesouro Direto. Caso os recursos não estejam disponíveis, a compra será anulada e serão aplicadas as penalidades previstas pelo Tesouro Direto.

Características e Rendimentos dos Títulos:

Cada tipo de título possui uma forma diferenciada de rentabilidade, e poderão ser:

  • Títulos Prefixados, onde o investidor sabe o valor que irá receber se ficar com o título até a data de vencimento, ou seja, a rentabilidade é determinada no momento da compra:
    LTN - Letra do Tesouro Nacional: esse título possui fluxo de pagamento simples, ou seja, o investidor faz a aplicação e recebe o valor de face (valor investido somado à rentabilidade), na data de vencimento do título;

    NTN-F – Nota do Tesouro Nacional – série F: diferentemente da LTN, seu rendimento é recebido pelo investidor ao longo do investimento, por meio de cupons semestrais de juros, e na data de vencimento do título, quando do resgate do valor de face (valor investido somado à rentabilidade) e pagamento do último cupom de juros.
  • Títulos pós-fixados, onde o valor depende de um idexador (inflação, taxa SELIC, etc.) e da taxa contratada no momento da compra, ou seja, somente no vencimento ou resgate o valor da rentabilidade será conhecido:
    LFT - Letra Financeira do Tesouro: título cuja rentabilidade segue a variação da taxa SELIC, a taxa de juros básica da economia, o investidor recebe o valor de face (valor investido somado à rentabilidade) na data de vencimento do título;

    NTN-C - Nota do Tesouro Nacional – série C: título com rentabilidade vinculada à variação do IGP-M, acrescida de juros definidos no momento da compra. O rendimento da aplicação é recebido pelo investidor ao longo do investimento, por meio de cupons semestrais de juros, e na data de vencimento do título, quando do resgate do valor de face (valor investido somado à rentabilidade) e pagamento do último cupom de juros;

    NTN-B - Nota do Tesouro Nacional – série B: título com rentabilidade vinculada à variação do IPCA, acrescida de juros definidos no momento da compra. O rendimento é recebido pelo investidor ao longo do investimento, por meio de cupons semestrais de juros, e na data de vencimento do título, quando do resgate do valor de face (valor investido somado à rentabilidade) e pagamento do último cupom de juros;

    NTN-B Principal – Nota do Tesouro Nacional – série B: título com rentabilidade vinculada à variação do IPCA, acrescida de juros definidos no momento da compra. Não há pagamento de cupom de juros semestral e é ideal para formar poupança de médio e longo prazo, garantindo seu poder de compra. O investidor faz a aplicação e resgata o valor de face (valor investido somado à rentabilidade) na data de vencimento do título.

Se o cliente permanecer com os títulos até o vencimento, receberá os rendimentos do investimento na data predeterminada para o resgate do título e os recursos serão depositados em sua conta corrente com o rendimento previsto na sua aquisição.

O IOF (Imposto sobre Operações Financeiras) incide sobre os rendimentos brutos obtidos até o 29° dia da aplicação e esta tabela possui alíquotas regressivas de acordo com o prazo de permanência dos recursos investidos e, a partir do 30º dia da data da compra do título, a venda fica isenta da cobrança do IOF.

O Imposto de Renda (IR) é cobrado de acordo com a Lei nº 11.033 e incide no momento do resgate dos títulos, ou no recebimento das parcelas semestrais de juros, dependendo do tipo do título, conforme tabela do IR vigente:

  • Alíquota de 22,5% - sobre os rendimentos nas vendas, nos vencimentos de títulos e no pagamento de cupons ocorridos no prazo de até 180 dias após a aplicação;
  • Alíquota de 20% - sobre os rendimentos nas vendas, nos vencimentos de títulos e nos pagamento de cupons ocorridos no prazo de 181 até 360 dias após a aplicação;
  • Alíquota de 17,5% - sobre os rendimentos nas vendas, nos vencimentos de títulos e pagamento de cupons ocorridos no prazo de 361 até 720 dias após a aplicação;
  • Alíquota de 15% - sobre os rendimentos nas vendas, nos vencimentos de títulos e pagamento de cupons ocorridos em prazo superior a 720 dias da aplicação.

Taxas

As compras de títulos, realizadas no Tesouro Direto, estão sujeitas ao pagamento das taxas de custódia abaixo:

  • CAIXA: 0,40% ao ano. A taxa, referente ao primeiro ano, é cobrada na aquisição dos títulos, incluída no débito da compra, efetuada na Conta Corrente. Os demais anos são pagos no resgate/vencimento dos títulos e o valor é proporcional ao período em que o investidor mantiver o título.
  • BM&FBOVESPA - CBLC: taxa de Custódia de 0,30% ao ano sobre o valor dos títulos, referente aos serviços de guarda dos títulos e às informações e movimentações dos saldos. Ela é recolhida semestralmente, no 1º dia útil de janeiro e de julho, ou na ocorrência de um evento de custódia (pagamento de juros, venda ou vencimento do título), o que ocorrer primeiro. A taxa de Custódia é cobrada proporcionalmente ao período em que o investidor mantiver o título e é debitada em sua conta corrente.

Para adquirir Títulos Públicos Federais pela CAIXA, você precisa ser titular de uma conta corrente na CAIXA (pessoa física) e se cadastrar no Tesouro Direto na sua agência da CAIXA, ou facilmente através do Internet Banking CAIXA, seguindo os seguintes passos:

  • - Acesse sua conta corrente no Internet Banking CAIXA;
  • - Escolha a opção Investimentos;
  • - Clique em “Tesouro Direto” e depois em “Aderir”;
  • - Preencha os dados solicitados;
  • - Leia o Termo de Adesão;
  • - Clique em continuar;
  • - Leia o Contrato de Prestação de Serviços de Agente de Custódia;
  • Confirme seus dados na próxima tela e pronto! Seu cadastro está efetivado!

Em 02 dias (prazo previsto) você receberá no seu endereço de e-mail informado no cadastro a senha provisória para que possa começar a operar no Tesouro Direto.

Para investir é só acessar o Internet Banking, na aba de investimentos escolher Tesouro Direto e clicar em “Comprar e Vender”, ou acessar diretamente o site do Tesouro Direto em http://www.tesouro.fazenda.gov.br/tesouro-direto.

No primeiro acesso ao site do Tesouro Direto, será solicitado a troca da senha por uma definitiva, o LOGIN é o seu CPF.

Caso esqueça a sua senha, ou ela seja bloqueada, basta clicar em “Esqueci minha senha” e inserir seu CPF e a Data de Nascimento para receber uma nova senha por e-mail. Caso não receber a mensagem do Tesouro Direto, verifique se o seu e-mail possui regras de exclusão automática de mensagens, etc..

Caso não tenha acesso ao Internet Banking da CAIXA, procure seu gerente na agência para efetuar seu cadastro no Tesouro Direto.

ATENDIMENTO TESOURO DIRETO

Você pode tirar suas dúvidas acerca do cadastro do Tesouro Direto pelos telefones de atendimento CAIXA 3004-1105 (capitais e regiões metropolitanas) ou 08007260505 (demais regiões), opção 5, ou por mensagem eletrônica enviada para gepte10@caixa.gov.br

Bom Investimento!

Quero investir

Acesse o Internet Banking e controle sua conta por aqui

Para adquirir Títulos Públicos Federais pela CAIXA, efetue cadastramento pelo Internet Banking CAIXA, assinando eletronicamente o Termo de Adesão. Você também pode procurar o seu gerente CAIXA na agência. Lá você poderá se cadastrar na Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia (CBLC) e efetuar a sua habilitação no Tesouro Nacional.

  • Credibilidade

    Credibilidade

    A CAIXA atua como sua agente de Custódia nas negociações de compra e venda de Títulos Públicos.

  • Aplicação Inicial baixa

    Aplicação inicial baixa

    Com cerca de R$100,00, você já pode investir.

  • Segurança

    Segurança

    O investimento em Títulos Públicos Federais é considerado muito seguro.

Acontece

Entenda como funciona o mercado financeiro, com Camila Fontana.

Alta do dólar

13.04.2012
Get Adobe Flash player
Videocast

Vídeos

Assista aos vídeos e fique ainda mais bem informado.

AMBIMA

Encontre uma agência

Encontre uma agência CAIXA perto de você e consulte um gerente

Pesquisar